To surrender

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: To surrender

Postby Canfora » Thu Nov 26, 2015 3:54 pm

Parece que eu tenho que perceber algo a mais ...
O que é este eu?

User avatar
Melissa
Posts: 19
Joined: Fri Nov 13, 2015 11:48 am

Re: To surrender

Postby Melissa » Mon Nov 30, 2015 8:45 pm

Segui investigando ...
As vezes parece que estou presa na mente, nos pensamentos. Tentando chegar em algum lugar
To me achando meio maluca também, em vezes me vejo num mundo paralelo tentando sair do automático mas talvez criando outro automático de busca , sabe?
Tu perguntou "quem é este eu que quer que algo a mais seja percebido..." , existe uma vontade de me libertar. Quando começamos eu percebi algo que agora é mais fácil de ver, que esse "eu" é uma história e que a vida esta acontecendo sem necessidade de personalizar nada, sem ninguém fazendo ou criando. Só acontecendo.
Inicialmente eu senti como verdade. Agora eu sei, eu vi. Mas parece que tenho que "voltar" a ver e as vezes cansa. Ao mesmo tempo não vejo outra saída... rs
Esse final de semana me vi encurralada, estava com meus irmãos e várias questões surgiram. Eu estava totalmente confusa na mente e tudo porque eu estava ligada nesse "eu". Busquei perceber quem estava sentindo tudo aquilo, e se era verdadeiro aqueles pensamentos... ainda assim, as sensações foram fortes. Agora elas estão evaporando
Não acho que vou deixar de ter fortes emoções e pensamentos podres, mas percebo que ainda me identifico com eles por ainda estar acostumada a pensar que esta acontecendo "comigo" todas essas coisas.
Tuas perguntas me ajudam a investigar melhor
Por onde eu recomeço?

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: To surrender

Postby Canfora » Tue Dec 01, 2015 11:12 am

Neste momento, existe algo que tu penses que é um eu?

User avatar
Melissa
Posts: 19
Joined: Fri Nov 13, 2015 11:48 am

Re: To surrender

Postby Melissa » Wed Dec 09, 2015 11:25 pm

Oi!!!!!
Desculpa o sumiço....
Estive confusa, algumas problemas surgiram e a investigação começou a me deixar meio maluca da cabeça e pessimista. Me vi totalmente presa em um monte de pensamento não estava sendo uma investigação neutra e de observação então parei pra voltar a me sentir bem
Estou bem!
Apesar de eu querer me desprender da ilusão da mente e desse eu, sei que não vou desaparecer depois disso então não quero ficar com uma visão sombria da vida. Essa foi uma das razões que dei uma pausa

Mas vamos lá
Quando vc pergunta de existe um Eu separado...existe tudo acontecendo através desse corpo e é bem forte. Não chego em uma entidade separada dentro do meu corpo, mas tudo que percebo acontece através dele. E acho que isso seguirá assim né, as sensações e tudo acontecendo nesse corpo. Eu não olho para fora e sinto o que acontece nos corpos na minha frente. Mas esta acontecendo lá e aqui. Então não encontro a entidade eu mas ainda experimento como existindo separações. Como mudar essa percepção?

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: To surrender

Postby Canfora » Thu Dec 10, 2015 11:22 am

Olá! É bom ter-te aqui outra vez!

Este processo pode provocar emoções fortes. Quando a crença no eu começa a ser posta em causa, é possível que certas coisas que a crença ocultava comecem a vir à superfície, para serem "processadas". E que tudo seja sentido com mais intensidade durante um tempo. Fico feliz em saber que estás bem!
Como mudar essa percepção?
Mas porque é que as percepções deviam mudar?
Então não encontro a entidade eu mas ainda experimento como existindo separações.
Não consegues encontrar uma entidade, um eu.
E encontras separações?
Se olhares para estas separações o que é que vês?
Como é que sabes que elas existem?
O que é que está separado do quê?
Se possível, dá-me um exemplo ou três destas separações, para eu perceber o que é que são estas separações.

Abraço,
Sandra

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: To surrender

Postby Canfora » Thu Dec 10, 2015 11:46 am

*para o caso de não teres reparado, há um post meu acima deste*

Aqui estão dois exercícios simpáticos, que te podem ajudar a olhar para a ideia da separação:

Coloca a tua mão na mesa à tua frente.
Com os olhos fechados e descontraidamente, foca a atenção na sensação da palma da mão, o sítio onde a mão encontra a superfície da mesa. Experimenta esta sensação durante algum tempo.
Com os olhos ainda fechados, consegues encontrar uma mão? Ou existe simplesmente a sensação? É possível encontrar alguma separação entre mão e mesa? Consegues encontrar algo que esteja separado da sensação, a sentir a sensação?

Outro pequeno exercício: sente a sensação pura da pressão dos teus pés no chão. Nessa sensação, é possível encontrar separação entre o pé e o chão, entre a sensação e o que experimenta a sensação? Existe um pé a sentir um chão? O que é sentido é o "teu" pé? É possível sentir um pé?

User avatar
Melissa
Posts: 19
Joined: Fri Nov 13, 2015 11:48 am

Re: To surrender

Postby Melissa » Thu Dec 10, 2015 12:59 pm

Esses exercícios foram bem bons!!! vou fazer mais x!!

Só existe a sensação, não existe um eu sentindo. Fecho os olhos e só tem essa sensação que nem sei como chamar já que pé e chão não consigo destingir de olhos fechados, só a sensação do encostar. E também não consigo separar quem sente da sensação.

Acho que começo a questionar de uma forma ou de outra, se só existe as sensações e eu só sinto elas através do meu corpo então se esse corpo morre não existe mais nada. Isso me assusta

Mudar percepção eu quis dizer mudar essa percepção se separação de forma mais constante.

Quando digo que existe separação é porque meu corpo esta aqui, o gato esta na minha frente, o computador em cima da mesa. Tudo separado. Eu não sinto as sensações da gato... mas eu também não sinto o tocar da mão na mesa.... hmm.... é so a sensação , não existe um eu que sente... ok. Mas então porque a sensação de respiração do gato na minha frente e todas essas outras coisas acontecendo (sem entidade, e acontecendo) não são percebidas com a mesma intensidade que o tocar da mão na mesa ...? Isso que me da a ideia de separação, a intensidade da sensação através desse corpo.

:)

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: To surrender

Postby Canfora » Fri Dec 11, 2015 12:20 pm

Quando digo que existe separação é porque meu corpo esta aqui, o gato esta na minha frente, o computador em cima da mesa. Tudo separado.
Sim. É assim que percepcionamos as coisas. Eu aqui, a minha colega de trabalho ali, uma planta em cima do armário :) E um eu, no meio destas coisas aparentemente separadas - é possível encontrar este eu? Há um eu no corpo? Se há, onde está?

User avatar
Melissa
Posts: 19
Joined: Fri Nov 13, 2015 11:48 am

Re: To surrender

Postby Melissa » Sun Dec 13, 2015 1:27 am

Existe algo que anima o corpo , sinto vivo e sinto esse vivo mais aqui dentro do que lá fora. Se eu paro e observo as plantas árvores e montanhas as vezes sinto como se fosse quase eu , como se algo conectasse com elas. Não sempre, mas muitas vezes . Fico pensando que ver que não existe separação seria mais ou menos isso só que com tudo e todos . Esses pensamentos e busca volta e meia me dominam e isso deve atrapalhar a simplicidade do que tu está querendo me mostrar

Fecho os olhos sinto o corpo sinto forte mas não encontro algo separado que sente, só o sentir . Fazendo agora parece assim mas quando Quando coisas relevantes como raiva e tristeza acontecem não parece ser só uma emoção acontecendo, parece estar acontecendo através de "mim" ou desse corpo

Eu percebo um certo lugar silencioso como um observar disso tudo que parece mais neutro e sereno que o restante mas não sei dizer se isso também é gerado pelo pensamento

Obs estou em um curso do meu trabalho bem intenso então talvez eu demore mais pra responder mas estou aqu!

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: To surrender

Postby Canfora » Mon Dec 14, 2015 11:49 am

Obs estou em um curso do meu trabalho bem intenso então talvez eu demore mais pra responder mas estou aqu!
Ok, obrigada pelo aviso!
Esses pensamentos e busca volta e meia me dominam e isso deve atrapalhar a simplicidade do que tu está querendo me mostrar
Vamos fazer um exercício de diferenciação entre o "pensar" e "o que é".

Faz uma lista do que está a acontecer agora. Exemplo: estou no meu quarto a ouvir a chuva. Não sei o que é que vou jantar e preciso de ir à rua comprar arroz. Doí-me a cabeça, deve ter sido de ouvir música demasiado alto.

Depois separa o que está a acontecer (experiência = E) do que são pensamentos sobre o que está a acontecer (pensamentos = P), assim:

estou no meu quarto a ouvir a chuva = E
Não sei o que é que vou jantar e preciso de ir à rua comprar arroz = P
Doí-me a cabeça = E
deve ter sido de ouvir música demasiado alto = P

Penso que dá para perceberes o exercício? Não precisas de escrever aqui uma longa lista, mas era importante que percebesses a diferença entre E e P.

O que eu te quero mostrar só pode ser visto na Experiência da realidade :)

Beijinhos!


Return to “Português”

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest