Alguém pode me guiar?

User avatar
Fabíola
Posts: 87
Joined: Thu Oct 09, 2014 4:17 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Fabíola » Wed Nov 12, 2014 12:51 pm

Caro Allain,

Não vou estar mais como guia neste site. Se necessitar de novo de um guia alguém me substituirá.

Desejo-lhe as maiores felicidades!
"When it blows the mountain wind is boisterous, but when it blows not It simply blows not." Ikkyu

User avatar
Watts
Posts: 11
Joined: Sun Oct 26, 2014 8:57 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Watts » Wed Nov 12, 2014 3:18 pm

Olá, Ana!
Você consegue escolher os seus pensamentos e emoções?
Os primeiros pensamentos, não. Depois há uma sensação de controle, que é como se eu escolhesse os rumos que meus pensamentos tomam. Se eu começo o dia pensando em "eu não sou legal o suficiente", os rumos que esse pensamento toma me trazem uma sensação de controle. Quanto às emoções, só o fato de eu não conseguir me livrar delas me faz responder que não, eu não consigo escolhê-las.
Existe algum autor de seus pensamentos e emoções?
Na minha mente, há a convicção de que sim. Mas repito que, como não consigo me livrar deles, não acho que eu seja o autor deles. Mas há uma forte sensação de controle.
Existe um self a controlar pensamentos e emoções?
Acho que preciso trabalhar melhor nisso. Eu ainda tenho sensação de controle. Muito forte.
Não vou estar mais como guia neste site. Se necessitar de novo de um guia alguém me substituirá.
Sério? Uma pena :( Tem algo a ver com minha demora para responder? Se sim, podemos resolver isso! Ontem tive um dia péssimo.

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Canfora » Wed Nov 12, 2014 4:54 pm

Olá novamente, Allain.

Por razões de ordem pessoal a Ana não pode continuar a guiar. Assim, aqui estou eu e neste momento tenho, felizmente, mais disponibilidade. Espero que estas mudanças não influenciem a tua vontade de continuar!
Eu ainda tenho sensação de controle. Muito forte.
Durante o teu dia a dia, quando sentires a forte sensação de controle que referes, olha diretamente para ela e observa o que está a acontecer - como se fosse algo novo, nunca visto. Por detrás dessa sensação, existe um controlador? Uma entidade que exerce controle? O que é que podes ver na tua experiência a causar essa sensação?

Neste momento, por exemplo, se moveres uma mão, o que é que consegues ver na tua experiência a controlar a mão?

Se olhares agora para essa sensação de controle, estás a olhar para uma sensação apenas, ou para uma sensação + um pensamento que rotula a sensação como sendo uma "sensação de controle"?

Dito de outra maneira, se olhares para a sensação em si:

- sensação de controle é = verdadeiro controle, existe um eu a controlar?
- sensação de controle é = sensação, algo que sentes com os sentidos?
- sensação de controle = sensação (algo que sentes com os sentidos) + pensamento ("tenho a sensação de que sou eu que estou a controlar")?

User avatar
Watts
Posts: 11
Joined: Sun Oct 26, 2014 8:57 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Watts » Thu Nov 13, 2014 3:13 pm

Olá, Sandra! Quero continuar sim. Obrigado!
Durante o teu dia a dia, quando sentires a forte sensação de controle que referes, olha diretamente para ela e observa o que está a acontecer - como se fosse algo novo, nunca visto. Por detrás dessa sensação, existe um controlador? Uma entidade que exerce controle? O que é que podes ver na tua experiência a causar essa sensação?
Ela parece surgir sem que eu peça e há uma resistência logo após o surgimento dela, pois eu começo a pensar que realmente tenho controle. Há uma resistência muito grande em várias partes do corpo, como a nuca, a barriga e até as pernas. A mente começa a criar vontades para comprovar que eu tenho controle. "Quer ver que eu tenho controle? Vou mover meu braço agora". Esses argumentos parecem surgir por conta própria, mas ainda há muita resistência. E eu ainda não tenho uma sensação plena de que não controlo as coisas, ainda acho que há uma espécie de livre-arbítrio.
Neste momento, por exemplo, se moveres uma mão, o que é que consegues ver na tua experiência a controlar a mão?
Na minha experiência visual, nada controla a mão. Eu apenas a vejo movimentar-se. Mas eu a movi no momento em que você pediu e nos momentos em que bem entendi. Há uma pressão muito grande na cabeça, questionamentos e argumentos de que eu posso controlar a minha mão.
Se olhares agora para essa sensação de controle, estás a olhar para uma sensação apenas, ou para uma sensação + um pensamento que rotula a sensação como sendo uma "sensação de controle"?
Sensação + pensamentos que argumentam + resistência + pressão pelo corpo.
- sensação de controle é = verdadeiro controle, existe um eu a controlar?
- sensação de controle é = sensação, algo que sentes com os sentidos?
- sensação de controle = sensação (algo que sentes com os sentidos) + pensamento ("tenho a sensação de que sou eu que estou a controlar")?
sensação de controle = sensação (algo que sentes com os sentidos) + pensamento ("tenho a sensação de que sou eu que estou a controlar")

Acho que realmente é o que mais se aproxima. A sensação de controle vem e logo depois acontece a confusão.

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Canfora » Thu Nov 13, 2014 9:53 pm

Olá, Allan.
Olá, Sandra! Quero continuar sim. Obrigado!
Ótimo!

Grande parte desta investigação passa por ver a diferença entre aquilo que é possível ver na realidade e aquilo que é o conteúdo de um pensamento.

Um pensamento que surge é "real" apenas como um pensamento que surge, mas o seu conteúdo (aquilo sobre o que o pensamento é) nunca é real (não se "materializa" na realidade).

Não me lembro se já disse isto antes, mas a definição de real utilizada na LU é algo que não deixa de existir quando não se está a pensar sobre isso.

Quando aparece um pensamento, é óbvio que está presente (assim, o pensamento é real), mas aquilo sobre o que o pensamento é (o seu conteúdo) não é real. O conteúdo de um pensamento é sempre imaginário. É claramente verdade que existe um pensamento, mas o seu conteúdo é pura imaginação, uma ideia, um conceito - mas não acredites em nada do que eu digo nestas nossas conversas, olha para a realidade e vê se é isto que acontece na tua experiência.

É possível ver dois tipos de pensamentos:

(1) Pensamentos que são palavras, uma "voz": "Aqui está um copo"
(2) Imagens mentais de um "copo"

Faz, se faz favor, este exercício:

Pensa num copo. Olha para uma imagem muito nítida de um copo na tua mente. Vê claramente o seu tamanho, forma, cor e volume. Vê se ele é decorado ou transparente. Nota se tem uma asa para agarrar. Nota se é pesado ou frágil. Consegues ver uma imagem mental clara - e quem sabe, até agarrar e sentir o copo - usando a imaginação?

Agora, consegues agarrar fisicamente a imagem do copo?
Podes deitar água no copo?
Podes usar o copo para beber?
Existe um copo "verdadeiro" ou apenas uma imagem do copo?
Existe uma imagem mental que apareça na realidade?
O conteúdo da imagem mental (o copo) é "real"?

Os pensamentos e imagens mentais são reais como pensamentos e imagens mentais que surgem, a sua "presença" não pode ser negada. No entanto os seus conteúdos, aquilo sobre o que eles são (como o copo), são apenas pensamentos, ideias.

Se olhares para os pensamentos, consegues ver isto? Consegues dar alguns exemplos em como isto é ou não verdade na tua experiência?

User avatar
Watts
Posts: 11
Joined: Sun Oct 26, 2014 8:57 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Watts » Sat Nov 15, 2014 2:21 am

Pensa num copo. Olha para uma imagem muito nítida de um copo na tua mente. Vê claramente o seu tamanho, forma, cor e volume. Vê se ele é decorado ou transparente. Nota se tem uma asa para agarrar. Nota se é pesado ou frágil. Consegues ver uma imagem mental clara - e quem sabe, até agarrar e sentir o copo - usando a imaginação?

Agora, consegues agarrar fisicamente a imagem do copo?
Podes deitar água no copo?
Podes usar o copo para beber?
Existe um copo "verdadeiro" ou apenas uma imagem do copo?
Existe uma imagem mental que apareça na realidade?
O conteúdo da imagem mental (o copo) é "real"?
Sim, consigo ver a imagem do copo.
Não consigo agarrar o copo, apenas na imaginação.
Não.
Não.
Apenas a imagem do copo.
Não, a realidade existe além da imagem mental.
O que a imagem aponta não é real.

Se olhares para os pensamentos, consegues ver isto? Consegues dar alguns exemplos em como isto é ou não verdade na tua experiência?
Consigo ver que neste momento, o pensamento aponta para nada. Ele tem conteúdo e o corpo reage a este conteúdo, acredita. Ele traz argumentos de que pode controlar e a minha atenção está nesta linha de raciocínio, pois os argumentos são bastante convincentes. Ele está querendo se livrar da tensão e do sofrimento. Há muita confusão.

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Canfora » Sat Nov 15, 2014 8:22 pm

Ele está querendo se livrar da tensão e do sofrimento. Há muita confusão.
É o que estamos aqui a fazer que causa a tensão, o sofrimento e a confusão?

Se a causa destas emoções for esta investigação sobre a existência de um eu separado, não há uma razão real para ter receio. Ou esse eu existe e as coisas são como são ou esse eu não existe e as coisas são como são.

Quais são os teus receios, Allan?

User avatar
Watts
Posts: 11
Joined: Sun Oct 26, 2014 8:57 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Watts » Sat Nov 15, 2014 11:34 pm

É o que estamos aqui a fazer que causa a tensão, o sofrimento e a confusão?
Em certa proporção, sim. Sempre que eu me faço esta pergunta sobre se existe um eu a controlar, me deparo com conflito interno. Argumentos para tudo quanto é lado... E daí eu me deparo com a dúvida sobre como saber como agir, se existe a ação certa, livre-arbítrio...
Mas, claro, há muito do momento que estou vivendo agora. De muita instabilidade emocional.
Se a causa destas emoções for esta investigação sobre a existência de um eu separado, não há uma razão real para ter receio. Ou esse eu existe e as coisas são como são ou esse eu não existe e as coisas são como são.
É, tem razão. Mas acho que o real receio é sobre falhar mesmo. Medo de falhar. E é muito forte. Insegurança. E é tão ruidoso que eu nem sei identificar o que está falando muitas vezes.
Quais são os teus receios, Allan?
Meu receio é não ser bom o suficiente, eu acredito. Pelo que consigo captar.

User avatar
Canfora
Posts: 3759
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Alguém pode me guiar?

Postby Canfora » Sun Nov 16, 2014 2:34 pm

Allan, repara que se há consciência desses pensamentos, emoções e sensações é por que de certa forma são "objetos" que podem ser observados. O que é que te leva a pensar que eles te pertencem ou que a história que contam é real?

Quando esse conflito interno acontecer, é importante que observes com distanciamento (como se estivesses a ver um filme).

É possível que estes receios sejam um mecanismo de proteção que está a tentar proteger algo... mas será que existe um eu que está em perigo e precisa realmente de proteção? Um eu que pode não ser suficientemente bom, que pode falhar?

Olha para os pensamentos, emoções e sensações quando aparecem. O que é que vês a originar o conflito e estas emoções fortes? É um eu? Há algum eu a criar ou controlar o que é sentido e pensado?


Return to “Português”

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests